Pastoral de Juazeiro realiza com as mulheres último encontro de Espiritualidade em 2014.

Compartilhar

No dia 27 de novembro, aconteceu na sede da Pastoral o último encontro de espiritualidade do ano com as mulheres, cujo objetivo foi retomar a trajetória vivenciada no decorrer de 2014, identificando os aspectos que marcaram suas vidas neste período.

Dessa forma, as mulheres avaliaram que todos os encontros realizados foram importantes, destacando alguns eventos e temáticas, a exemplo do retiro, realizado no mês de agosto. Para Dulcileide, mulher atendida, “Graças a Deus com os momentos de espiritualidade na Pastoral, eu fortaleci a minha fé e recuperei a minha casa de novo…”

Diante das experiências vivenciadas, se confirma a grande valorização dessa dimensão no processo das mulheres, onde estas enfatizaram que através dos espaços de partilha e oração em grupo, tiveram a oportunidade de externarem seus pedidos e agradecimentos diante dos fatos ocorridos em seus cotidianos.

Neste encontro, também abordou-se o tema alusivo ao dia 20 de novembro – Dia da Consciência Negra, favorecendo reflexões acerca da realidade do Brasil, que apesar de ser visto como um país de diversidades, é ao mesmo tempo, o país de desigualdades.

Por essa razão, foi refletido em grupo que é necessário buscarmos seguir os passos de Jesus, que se fundamenta no amor ao próximo, através de gestos e atitudes diárias, como o respeito às diferenças entre todas pessoas, rejeitando qualquer tipo de discriminação de raça, credo ou posição social. 

Ao final, cada mulher recebeu uma singela lembrança, simbolizando o compromisso e a participação que foram experimentados neste ano de 2014.

“Por tudo o que tens feito, Por tudo o que vais fazer
Por tuas promessas e tudo o que és, Eu quero te agradecer
Com todo o meu ser … Te Agradeço meu Senhor”


Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais da Pastoral da Mulher – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 
Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.