Sem categoria

PASTORAL DA MULHER REALIZA AÇÃO DE CIDADANIA

Compartilhar

No dia 28 de maio de 2019 a Pastoral da Mulher, unidade Oblata em Juazeiro, realizou uma ação intitulada “Ação de Cidadania” com o objetivo de proporcionar às mulheres atendidas o acesso a diversos serviços na perspectiva da garantia de direitos.

Através de parcerias foram realizados atendimentos jurídicos, através do Núcleo OAB Mulher – Subsecção Juazeiro -BA; atendimento médico com clínico geral voluntário Dr. Calísio Neto, testes rápidos de IST’s com a enfermeira voluntária Haretha Eveliny;  auriculoterapia; Além de atendimentos para atualização cadastral e novos cadastros no programa Bolsa Família, que foram conduzidos a casa do Bolsa e acompanhados pela Assistente Social Anna Lícia.

Para Laís Moraes, advogada: “foi uma tarde muito proveitosa, de conhecimento para nós também, pois muitas vezes não temos a oportunidade de estar próximo a essas mulheres, conhecer suas histórias e perceber que muitas possuem demandas simples, mas não tem o conhecimento e seguem a vida desinformadas. Foi uma troca de experiência enriquecedora e espero que a gente trabalhe cada vez mais junto para atender a população.”

Fernanda Lins, coordenadora da Pastoral, reafirmou o compromisso da instituição com a garantia de direitos das mulheres: ” nosso objetivo é favorecer o atendimento as demandas das mulheres, sejam elas jurídicas ou de saúde, e uma das formas é promover esse tipo de ação na nossa sede”
Uma nova ação de cidadania está prevista para ser realizada no segundo semestre.

 

 

 
Fonte: Pastoral da Mulher.

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais da Pastoral da Mulher – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *