Convocatória – Eleição da comissão executiva do CMDDM

Compartilhar


Juazeiro, Julho de 2014.
Assunto: Eleição da Comissão Executiva do CMDDM (biênio 2014 a 2016).

A Comissão do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher – CMDDM, constituída em reunião ordinária no dia 10 de abril de 2013, no uso de suas atribuições, que lhes confere as Leis do Conselho de n° 1.656/2002 e 1.736/2010 e regimento interno, convoca todas (os) as (os) Conselheiras (os) homologados pelo Decreto n°054/2014 e empossadas no dia 08 de março de 2014, a participarem do processo de Eleição da Comissão Executiva para o Biênio 2014 a 2016, composta por cinco membros assim descriminados: I Presidente; II Vice Presidente; III Secretária (o) Geral; IV Tesoureira (o); V Relações Públicas.

A eleição será realizada no dia 06 de agosto de 2014, das 15:00h às 17:30h na Casa dos Conselhos, situada na Praça Imaculada Conceição, Centro – Juazeiro.

As (os) Conselheiras (os) interessadas (os) em participarem do processo eletivo da Comissão Executiva deverão entregar as comissionarias, relação da composição da chapa que irá concorrer meia hora antes do horário marcado para o início da eleição.

Para efeito legal, só poderão participar do processo eletivo os conselheiros e conselheiras nomeados por decreto.
Joice Oliveira Ferreira
Presidente da Comissão

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais da Pastoral da Mulher – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 
Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.