DIOCESE DE JUAZEIRO REALIZA A 5ª FESTA DA VIDA NO DIA 24 DE ABRIL, DOMINGO DA MISERICÓRDIA

Compartilhar

No segundo domingo do tempo pascal, dia em que é celebrada a Festa da Misericórdia, a Diocese de Juazeiro vai realizar, pelo quinto ano consecutivo, a Festa da Vida. O evento, que acontece no dia 24 de abril, tem como objetivo dar visibilidade as ações solidárias desenvolvidas através das Pastorais Sociais e de outros organismos da Diocese de Juazeiro/BA; além de sensibilizar os membros das nossas comunidades, bem como a sociedade em geral, para se engajarem em defesa da vida e da dignidade humana.

Este ano a festa é parte integrante das comemorações alusivas ao Ano Jubilar da nossa Igreja diocesana. São 60 anos de caminhada junto ao Povo de Deus, em especial aqueles que estão às margens da nossa sociedade.

A 5ª Festa da Vida terá início, às 9h, com a missa celebrada pelo bispo diocesano Dom Beto Breis na Igreja Catedral Nossa Senhora das Grotas. Em seguida, faremos uma caminhada pelas ruas do Centro da cidade e, por fim, uma exposição dos trabalhos das Pastorais Sociais e apresentações culturais na Praça da Misericórdia.

Organizada desde 2017 pela Diocese de Juazeiro (BA), a Festa da Vida já é um evento tradicional do calendário diocesano. Atualmente a Diocese conta com 10 Pastorais Sociais, que desenvolvem ações com diversos públicos: Pastoral Carcerária, Pastoral da Criança, Pastoral da Educação, Pastoral da Pessoa Idosa, Pastoral da Mulher, Pastoral da Saúde, Pastoral da Sobriedade, Pastoral dos Surdos, Comissão Pastoral da Terra e Conselho Pastoral dos Pescadores. Também participam da Festa da Vida o Centro de Terapias Naturais Gianni Bande (CETGIB), a Casa Dom José Rodrigues, o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA) e o Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (SASOP).

Arte e Texto: Pastorais Sociais

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais da Pastoral da Mulher – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 
Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.