“Preta, você me inspira”

Compartilhar

Julho com muita inspiração e representatividade! ✊🏾 O evento “Preta, você me inspira” terá a sua edição presencial no Shopping Center Lapa, de 18 a 23 de julho, com uma programação incrível.

A Força Feminina – Unidade da Rede Oblata em Salvador, realiza este projeto com o objetivo de refletir sobre o papel social destinado às mulheres negras na sociedade brasileira e contribuir na divulgação do trabalho de microempreendedoras pretas que fazem da sua arte o seu sustento e de suas famílias.

Você vai encontrar:

🟠Bate-papo com ativistas e atrações culturais;
🟣Exposição de produtos de mulheres negras empreendedoras;
🔴Serviços oferecidos por instituições parceiras, tais como: testes rápidos, aferição de pressão, dentre outros.

Saiba mais – Link na bio!

#julhodaspretas2022 Este evento soma forças à agenda do Julho das Pretas 2022, da qual nós fazemos parte junto com mais de 200 organizações de mulheres negras em 18 estados brasileiros que realizarão atividades relacionadas.

#PretaVocêMeInspira#Afroempreendedorismo#ForçaFeminina#ConstruindoOBemViver#CenterLapaSSA

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais da Pastoral da Mulher – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 
Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.